• Dra. Saada Chidiac

A importância do cuidador de idosos

Com o aumento da expectativa de vida, cresce o número de pessoas idosas. O bom seria atingir uma velhice ativa e independente, através do envelhecimento saudável, mas não é assim que acontece com alguns idosos. No processo de envelhecimento há uma redução gradativa da capacidade funcional, podendo ser acompanhada de patologias limitantes, que cursam com dependência física ou cognitiva. Nesses casos, pode ser necessário o auxílio de um cuidador de idosos profissional.


Instituições e organizações podem oferecer treinamentos para os familiares e para pessoas que optaram em ser cuidadores de idosos como profissão. Existem cursos bem completos e esclarecedores que qualificam os cuidadores na atenção e particularidades do idoso.



A importância do cuidador de idosos


O Cuidador Profissional precisa Estar Bem


Cuidar do idoso quase sempre requer mais que preparo técnico, o cuidador embora não seja onerado por questões pessoais e familiares, também enfrenta questões difíceis que com frequência, o conduzem a desgaste físico e emocional.


Outro aspecto importante na determinação da qualidade do cuidado e do bem-estar do cuidador diz respeito a crenças equivocadas sobre o cuidado, com frequência identificado como ”fazer em lugar do idoso”, em vez de “dar a ajuda necessária para que ele preserve a independência e a autonomia possíveis”.


Cuidadores sem suficiente maturidade, conhecimento, prática e apoio social são mais propensos ao estresse e ao desgaste físico e emocional.

Estratégias e enfrentamentos, no problema e nas emoções são métodos utilizados para controlar e minimizar os efeitos negativos do estresse, assim como o suporte social.


Os idosos geralmente retratam o modo positivo ou negativo as condições e o tratamento oferecido por cuidadores profissionais ou familiares.


Fica a dica!


Abraços,

Saada Chidiac.

60 visualizações

© Site desenvolvido por carolinemeneses.com